Abertura de novas turmas em breve.






[ Ver todos ]

Qual o sentido e a importância de se falar em Trabalho em Equipe?
Cristina Fonseca Monteiro
 
Uma das vantagens do trabalho em equipe consiste justamente na redução do risco de tomar decisões erradas, redução esta que é alcançada por meio da conjugação do desempenho mental de diversas pessoas.
 

Kirsten

Apesar de todo o investimento social feito no sentido de valorizar o indivíduo de modo singular, responsabilizando-o unicamente pelo sucesso de sua vida, supervalorizando-o como aquele que deverá brilhar e vencer sozinho, pouco acontece e muito se perde quando ignoramos os efeitos que o contexto traz na vida de cada um. Deste modo que o trabalho em equipe se valorizou, na medida em que os sistemas hierárquicos tradicionais passaram a ceder espaço aos métodos de trabalho mais polivalentes, nos quais a equipe como um todo é responsável pelas decisões.

Como numa orquestra, na peça de teatro ou num jogo esportivo, o trabalho em equipe mostra-nos um contexto completo: o cenário e os integrantes em seus respectivos papéis sociais e suas ferramentas de trabalho atuando em torno de um foco único e comum, organizando-se em metas nas quais o planejamento das ações e os trabalhos em conjunto deverão convergir de modo sincronizado para que o resultado esperado possa enfim acontecer. Nesse cenário, a função da liderança poderá circular e fluir entre os membros, apontando o sentido daquele trabalho conjunto, ressaltando a interatividade e o foco das atividades. A liderança é, portanto, a força que move a equipe. Espelhados nessa figura e na representação de ordem, os integrantes se orientam para um fim, retomando dentro de si a motivação que aquele elo lhes proporcionou: ora puxamos, ora somos puxados, mas nunca estamos sozinhos.

Os indivíduos encontram-se então fortalecidos por serem membros da equipe, estarem vinculados entre si e terem aceitação dos demais. Eles não se encontram misturados na massa; pelo contrário, sabem muito bem o tamanho de suas forças e o sentido daquela tarefa. Aqui eles fazem parte de algo maior e, por isso, sua participação e a dos demais tornam-se essenciais e complementares.

Todo esse trabalho de fazer parte, trabalhar junto e existir ali apresenta uma coerência que não se encontra apenas externamente e de modo mecânico, mas que precisa estar alinhada dentro do próprio indivíduo, de modo que faça sentido para ele. O alinhamento entre o pensar, o sentir e o agir estão relacionados àquele ser autêntico e motivado para o trabalho. E ao fazer isso é possível também conseguir compreender o outro, ter empatia e poder cooperar (co-operar: operar conjuntamente) para poder coexistir (existir conjuntamente).

Por fim, cabe mencionar que, diferentemente do grupo, em que as pessoas se encontram reunidas por alguma afinidade, mas ignoram as influências que têm no contexto e que este tem sobre elas, a equipe trabalha com a visão globalizada e sistêmica, na qual tem-se o todo e este está correlacionado numa importância maior que cada pessoa pode ter. Na equipe, portanto, o resultado final não é só diferente, mas é maior do que a soma dos resultados individuais de um grupo.


Cristina Fonseca Monteiro é membro da MultiMeta Treinamentos, com vasta experiência como palestrante e instrutora de treinamentos sobre Trabalho em Equipe; é formada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), com Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional pelo Instituto Sedes Sapientiae.
 
MultiMeta Treinamentos - Telefone: (11) 2872-1807 - E-mail: treinamentos@multimeta.com.br